A solução para a celulite: você pode ficar com ela!

Malhar não é divertido para todos, especialmente durante as primeiras semanas de um novo programa. Então, como você permanece comprometido se não está gostando do processo? De acordo com Richard M. Ryan, Ph.D., psicólogo clínico da Universidade de Rochester em Nova York que estudou motivação por mais de 20 anos, você precisa encontrar maneiras de tornar a experiência positiva e gratificante. "Algumas pessoas encaram os exercícios com uma mentalidade de 'trabalho'", diz Ryan, que conduz pesquisas sobre motivação há mais de 20 anos. "Eles fazem isso porque 'têm que' ou 'deveriam', não porque sentem prazer nisso." No final das contas, essas pessoas provavelmente não continuarão, diz ele.

O mesmo para aqueles de nós que se exercitam puramente por motivos "externos", como ficar melhor de biquíni, mostram os estudos. Você estará mais apto a persistir se o fizer por motivos "internos", como se sentir forte ou ganhar confiança. "Praticar exercícios com o único propósito de perder peso ou vestir um maiô geralmente não funciona", diz Ryan. É como fazer um trabalho que você odeia ou acha insatisfatório apenas para receber o salário. Você pode tolerar isso por um tempo, mas eventualmente jogará a toalha.

Faça um programa que trará resultados. Você terá menos probabilidade de desistir se sentir que seus esforços estão valendo a pena. Para produzir mudanças positivas, suas sessões de treino devem ser desafiadoras, mas não tão difíceis a ponto de causar dor ou lesão. "Você quer se esforçar o máximo possível, sem criar desconforto ou sensação de fracasso", diz Ryan.

Faça um esforço em grupo. Embora você possa não gostar de levantar pesos ou correr sozinho, pode ser divertido fazê-lo com um amigo (ou vários), destaca Ryan. Praticamente todos os participantes de nosso estudo anticelulite citaram "malhar com colegas de trabalho ou amigos" como a principal razão pela qual permaneceram motivados durante o programa de oito semanas - e além.

3 mais motivados dicas

1. Mantenha um registro de exercícios. Além de monitorar seu progresso a cada duas semanas, anote como seus treinos estão fazendo você se sentir e defina novas metas para si mesmo. Leia as entradas sempre que precisar de ajuda.

2. Incremente o ambiente. Faça uma caminhada urbana ou corra ao longo de uma trilha arborizada. Ar fresco, sol e novas paisagens mantêm os treinos revigorantes. Se você se exercita em casa, torne sua sala de ginástica mais divertida: pinte as paredes, acenda velas ou aumente o volume da música.

3. Comece devagar. Se você passar de zero minutos de treino para 40, vai acabar dolorido ou se machucar. "Você quer que seu programa seja desafiador, mas nunca quer que cause dor ou desconforto", diz o psicólogo clínico Richard M. Ryan, Ph.D., pesquisador de motivação. Conforme você fica mais forte, seus treinos parecem mais fáceis. Até então, ouça seu corpo e preste atenção aos sinais. "Começar é difícil", acrescenta Ryan. "Isso é diferente de 'Estou muito machucado e exausto demais para fazer exercícios'. "

Comentários (3)

*Estes comentários foram gerados por este site.

  • Neuza W Calbuch
    Neuza W Calbuch

    Muito bom

  • caetana m. salvador
    caetana m. salvador

    Sempre compro pro meu pequeno

  • Nazária Cava Bonilauri
    Nazária Cava Bonilauri

    O produto é muito bom.

Deixe o seu comentário

Ótimo! Agradecemos você por dedicar parte do seu tempo para nos deixar um comentário.